O prazo de envio será contado a partir da data da postagem do(s) produto(s).

Os produtos disponibilizados na loja virtual serão postados em até 5 (cinco) dias úteis após a confirmação do pagamento. Esse prazo, entretanto, não se aplica aos pedidos personalizados.

Para os produtos disponibilizados na loja virtual para pronta entrega, via de regra, o prazo de envio será calculado no momento de realização do pedido, considerando o local de envio (endereço do Estúdio) e o local de entrega registrado pelo comprador no ato da compra.

No caso de peças personalizadas, o comprador deverá ficar atento à existência de dois prazos: o de produção e o de envio. O prazo de produção, no caso dos itens personalizáveis, consta na descrição do produto. A produção somente terá início após a confirmação do pagamento. O prazo de envio será calculado considerando o local de envio (endereço do Estúdio) e o local de entrega registrado pelo comprador no ato da compra.

 Via de regra, os envios são realizados via CORREIOS. Apenas em casos especiais, a depender da dimensão do produto, optamos pelo envio através de transportadora.

No caso de envio pelos CORREIOS, o frete será calculado automaticamente no momento da compra. No caso de envio via transportadora, caso não haja informações sobre valores de frete e prazo de entrega no site, o interessado deverá entrar em contato com o Estúdio, através dos canais disponíveis no site, para cotação.

Assim que o envio for realizado, enviaremos o código para rastreamento do pedido para o e-mail cadastrado no momento da compra.

O Estúdio não se responsabiliza por eventuais atrasos na entrega em decorrência de greve dos correios ou mesmo por situações fortuitas ou de força maior que impactem, de algum modo, na entrega.

O Estúdio também não se responsabiliza por endereços incompletos que inviabilizem a entrega da obra e/ou pelo custo do segundo envio, caso ela retorne porque o endereço não foi encontrado ou em caso de não retirada pelo destinatário no prazo.  

Os CORREIOS informam que as entregas poderão sofrer atrasos por motivo de greve, paralização parcial das operações, restrições de localidades ou situações extremas como fortes chuvas, enchentes, desastres naturais, perturbação grave da ordem pública ou outras situações imprevisíveis ou específicas de cada região. Nesses casos, os Correios não indenizam por atraso na entrega.

Via de regra, o comprador é responsável pelo pagamento de qualquer custo relativo ao envio e recebimento do produto adquirido.